Para pensar:

O amor é a melhor música na partitura da vida. Sem ele serás um eterno desafinado no imenso coral da humanidade. (Roque Schneider)

@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@


15 de abr de 2010

Música e Espiritismo


Aos poucos a música começa a ganhar espaço dentro dos eventos espíritas e há motivos para isto. Em O Espiritismo na Arte no capítulo intitulado “ A Música Terrestre", Léon Denis nos diz: "O canto e a música, em sua íntima união, podem produzir a mais alta impressão. Quando ela é sustentada por nobres palavras, a harmonia musical pode elevar as almas às regiões celestes. É o que se realiza com a música religiosa, com o canto sacro". Deste modo fica evidente a importância e influência da vibração da música em nossas vidas e estado da alma. Importante também e o trabalho que vários confrades do movimento espírita desenvolvem seja através de corais, solistas e músicos para divulgar o Evangelho de Jesus à luz da Doutrina Espírita de modo tão sensível e amoroso. A música eleva, acalma, harmoniza e cura, quem não ouviu falar dos efeitos positivos da Musicoterapia? No Livro Obras Póstumas, na segunda parte, o espírito Rossini, que na Terra fora um compositor lírico italiano, sobre a música posiciona-se do seguinte modo: “o Espiritismo , moralizando os homens, exercerá, pois grande influência sobre a música. Produzirá compositores virtuosos, que comunicarão suas virtudes através de suas composições (…) Por outro lado para os ouvintes que o Espiritismo prepara para receber mais facilmente a harmonia, sentirão verdadeiro encantamento ao ouvir a música séria; desprezarão a música frívola e licenciosa , que seduz as massas.” Claro está a contribuição da música espiritualizada para mudança de valores e da cultura da sociedade na medida que fornece um objetivo mais elevado para as canções e uma oportunidade de reflexão, crescimento e evangelização.

Nenhum comentário:

Postar um comentário